domingo, 16 de novembro de 2008

Lua depois da chuva

Ei ei ei!

Antes que a Lua suma do céu, vamos aproveitar um pouco mais, lendo mais um bonito poema de Cecília sobre ela.

Lua depois da chuva

Olha a chuva:
molha a luva.

Cada gota de água
como um bago de uva.

A chuva lava a rua.
A viúva leva
o guarda-chuva
e a luva.

Olha a chuva:
molha a luva
e o guarda-chuva
da viúva.

Vai a chuva
e chega a lua:
lua de chuva.

Que ninguém deixe de perceber também a chuva de sons e jogos de palavras que Cecília nos manda com esse poema.

Um abraço,

Guilherme & Ivanilda

Um comentário:

Larissa disse...

Oi, novamente Guilherme e Ivanilda,
Agora e sério quem escolheu a Cecilia Meireles para a terceira etapa...
Ela e muito complicada para a nossa idade não e verdade!?
Se eu estiver magoando vcs me desculpem,mas somente eu estou me abrindo...
Mas Cecilia Meireles na minha opinião não escreve nada com nada.
Ninguem q eu conheço do sexto ano entende os poemas da Cecilia.
Obrigada por me compreender.